domingo, novembro 02, 2008

Incomodos

Trailer engraçadinho, cartaz desenhado pelo cartunista Liniers, personagens bizarros no melhor estilo do cinema independente americano, uma trilha sonora bonitinha e várias referências a filmes cults e a mini-celebridades argentinos. "Incomodos" bem que tenta ser uma comédia a la Alexander Payne, mas não consegue.

De qualquer maneira a tentativa é mais que válida e muitas cenas são memoráveis com o trio de losers que acabam se juntando para uma viagem a uma cidade fantasma.

Nicolas, o menino do cartaz, terminou com sua namorada neurótica e tem que fazer uma viagem até o balneário argentino de Miramar para derramar as cinzas dos seu avô. A ele se juntam Abril, uma jovem bizarra que trabalha no pedágio e quer reencontrar sua família, e Alfred, um gordo que foi deixado de lado pelo seu grupo de dança sincronizada. Os três se hospedam num clássico hotel de cidadezinha de praia em pleno inverno onde nada acontece.

Com um ritmo estranho e um tanto cansativo em certas partes, "Incomodos" abusa de dilálogos inteligentes, planos interessantes, situações pra lá de estranhas e personagens que beiram a surrealidade. Parece que o diretor estava super bem intencionado mas não tinha o conhecimento suficiente para materializar suas idéias. No final fica aquela idéia que o filme foi feito para aqueles novos adultos como eu, que ainda estão se acostumando a essa idéia de que os alguns sonhos podem estar se envelhecendo.

2 comments:

Anônimo disse...

Olá Tulio!

Leio sempre e gosto muito da maneira como expõe suas idéias. E tem mais, você sempre escreve, o que é ótimo, a gente abre seu blogger e tem novidades. A "hora do chá" fica devendo por muito tempo, você também não acha?
Que Deus te abençõe.
Tia Eula.

Túlio disse...

Obrigado!

Blog Widget by LinkWithin