sábado, novembro 01, 2008

A Complete History of My Sexual Failures

A idéia de ir atrás de ex-namoradas para tentar entender porque sua vida amorosa é um fracasso é extremamente recorrente entre os homens. John Cusack faz isso em Alta Fidelidade e Bill Murray em Flores Partidas, porém nunca alguém havia feito um documentário sobre o tema.

Nos mesmos moldes de "Supersize me" onde o próprio diretor é o tema do documentário, Cris Waitt filma sua saga em busca de respostas depois que ele leva outro pé na bunda.

O cara está beirando os 30 anos, vive num flat totalmente zoneado e sujo, tem um look todo desleixado a la Kurt Cobain e parece ser meio lento no raciocínio. Fica claro de cara o porquê de tanta rejeição. Ele é um baita de um loser.

Assim como sua vida sexual, o documentário é outro fracasso. Pouquíssimas ex estão dispostas a dar uma entrevista e só com a ajuda da mãe que ele consegue persuadir algumas. Logo as entrevistas, que acabam sendo bem poucas, são o mais interessante. A fauna de ex-namoradas é bem diversa. Uma escreveu um livro onde mata um personagem bem parecido com ele, outra só aceita falar se não aparecer sua cara e sua voz.

O documentário acaba sendo mais longo que o necessário e a capacidade do diretor de se auto-humilhar é tanta que chego a desconfiar se muita coisa ali é verdade. No decorrer da trama ele percebe que está impotente e começa a tomar viagra e a história de revisitar ex-namoradas acaba se perdendo.

Mesmo sendo um tema não muito original, é interessante ver uma abordagem menos hollywoodiana ao assunto, por mais loser que chega. Alguns momentos são engraçadíssimos como as visitas aos médicos e os encontros com as garotas que ele conhece no myspace.

Depois disso é quase impossível não pensar nos ex-amores e o que elas diriam se fosse você quem estivesse fazendo as entrevistas.

6 comments:

rodrigo edipo disse...

Opa Tulio,
to precisando trocar umas idéias contigo sobre viabilidades em buenos aires. me diz um e-mail teu preu poder entrar em contato.

obrigado.
abraço.

giancarlo rufatto disse...

eu que não me meto numa dessas.

Juliana Bragança disse...

sera q vai passar aqui??
parece ser legal!
bjo

Túlio disse...

Acho difícil Juju, eu tenho aqui no computador e posso te passar quando for aí pra Santos.

besos

adélia jeveaux disse...

não suporto essa atitude de revisitar o passado amoroso publicamente. pensar, ok. mas ir atrás da pessoa só dá merda. falo de cadeira.

Barbara disse...

O filme é muito bom, mas me deu agonia: é verdade ou é mockumentary?

Blog Widget by LinkWithin