sábado, dezembro 20, 2008

O cara que escreve história

Para aqueles que acham que escrever promos e chamadas é a coisa mais fácil do mundo, eis aqui uma verdade. Não é.

Quando você vê o resultado final, com todas as imagens e sons, pode até parecer fácil, mas saiba que tudo aquilo foi pensado para fazer sentido junto. Não vou ser exagerado e dizer que é complicadíssimo e uma arte porque seria um total exagero, mas é muito mais do que linhas de "muita confusão". Vez ou outra eu me vejo com um total bloqueio de idéia com isso. Acontece principalmente com filmes ou séries conhecidíssimas que eu não "domino" totalmente. Como vender alguma coisa que não conheço tanto como a maioria das pessoas? Como falar de Star Wars se não sou nada fã da trilogia? E do X-men que tem tantos fãs?

Mas conhecendo o trabalho do Jonathan Favreau, o redator dos discursos do Obama, qualquer preocupação minha parece a mais pura frescura e bichice.

O piazão de 27 anos, que curte tomar muito red bull e escrever no Starbucks, já entrou para a histórias com suas palavras faladas por Obama. Afinal, mesmo com todo o frenesi midiático, os discursos do Obama que escutei foram todos contagiantes. Agora, com sua mudança para a Casa Braca, seu trabalho no momento é redigir o discurso da posse. Serão palavras que marcarão um tempo e seu discurso tem todo potencial para ser enquadrado nas paredes. Ao menos é isso que todos estão esperando. Imagina ter que corresponder a tanta expectativa? Coloca gastrite nisso!

Obviamente o Barack passa pro speechwriter um briefing do que ele quer dizer e quais são suas principais idéias, mas é trabalho do Favreau dar uma lógica textual e construir isso da maneira mais impactante possível.

Lendo o perfil do cara dá pra ver que ele é um como nós. Curte jogar X-box e até pouco tempo atrás dividia um apê com 6 companheiros. Também adora uma farra, tanto é que vazou no Facebook uma foto dele com zuando um boneco da Hillary, que agora é sua companheira de Casa Branca.

É essa política que queremos, Favreau!


Falando nisso, hoje foi o dia em que o Bush conheceu o quadro dele que vai para a galeria dos ex's presidentes americanos.

3 comments:

Juliana Bragança disse...

eh bom saber q alguem como nós tem influencia! dá esperança! hauiahiahiauh

Ludmilla Lima disse...

"Mais do que linhas de "muita confusão". Boa essa linha. Salu2

artesmenores disse...

O Bush disse "welcome to my hanging" durante o discurso sobre o quadro.

Blog Widget by LinkWithin