segunda-feira, dezembro 08, 2008

Carne!


Muito se fala sobre a carne argentina e às vezes parece até exagero, mas posso afirmar que nem tudo foi dito.

A grande verdade é que a culinária argentina tem fama só pela sua carne. Particularmente não vejo nada demais nas massas e as pizzas daqui sofrem de uma tremenda crise criativa. Isso quer dizer: falta de variedade de sabores. É tudo queijo com alguma coisa e é isso. Nada de frango com catupiry, lombinho com champignon ou borda recheada de cheddar.

Uma vez, num jantar com uns americanos, ficamos conversando sobre como tudo é supervalorizado. O fato deles colocarem um pedaço de um animal morto sobre o carvão faz deles grandes mestres culinários? Não é tudo muito exagerado? Talvez.

O incrível é que em qualquer bodega de esquina você pode comer um sensacional pedaço de boi. Hoje mesmo, feriado na Argentina, fui andar pelo bairro e fui no Belen Cafe y Pizza. Pedi um bife de lomo a la pimienta com papas a la crema. Simplesmente sensacional. Um lugar caprichado, mas nada gourmet, muito de bairro e com uma localização um pouco feia até. Corrientes e Boulougne Sur Mer. O fim do Abasto, que não é lindo, e o começo do Once, que é bem judiado.

Outra coisa bastante diferente no momento de se alimentar é a questão do foco! Brasileiro curte um carnaval no prato e põe arroz, feijão, salada, carne, ovo, macarrão e, se estiver num restaurante por quilo, pode ainda colocar um sushi do lado de uma feijoada.

Aqui não. Aqui as pessoas tem foco! Se você for comer carne, é só isso que você vai ter. No máximo umas batatas ali do lado para acompanhar. Isso acaba gerando uma cultura de bifes abissais gigantescos que ocupam um prato inteiro e causam até certa vergonha. Mas aí você olha pro lado e vê um casal de velhinhos caquéticos mandando ver metade de um bezerro e tudo fica tranquilo.

21 comments:

hellenG disse...

quero muito ser uma velhinha que come metade de um bezerro tranquilamente. carne é vida.
:D

hellenG disse...

e que fome qdo eu vi esse filé aí... meo deos!!!

Túlio disse...

hahahaha
CARNE!

Juliana Bragança disse...

o bom dai eh q no preço do rodizio ta incluido bebida e sobremesa! aqui deveria ser assim tb! aui eh tudo mao de vaca!

Leo Carioca disse...

Não sei no sul do Brasil mas acho que pizza no Rio é fraca. Em são Paulo melhora. As pessoas lá não querem muito saber de pizza com rúcula e essas coisas.

Você tocou um ponto interessante: antes, em qualquer restaurante de bairro que esse que você foi, se comia muito, muito bem. Hoje não. E essa era a graça de comer Buenos Aires: o cardápio era do que se chama hoje "cozinha internacional": tinha massa, peixa, carne, etc.

Hoje, tanto lá quanto aqui, se vejo que é um restaurante que tem a palavra cheff, fico preocupado: caro, nome do prato mais longo que nome de samba enredo, pouca comida, prato quadrado e muito enfeitado.

Brindo por mais restaurantes com cozinheiros e menos cheff.

Paula disse...

Olá...
Meu nome é Paula, estou indo para Bs As daqui alguns dias, estava buscando algumas informações sobre a cidade e acabei caindo no seu blog. Adorei seu olhar crítico sobre a cidade, a rotina, os rótulos e tudo mais... Sou professora de espanhol, será meu primeiro contato com os "porteños"...Adoraria manter contato com vc, trocar figurinhas... Iria Adorar... Deixo meu msn paulinhaufmg@hotmail.com

Abraços!

valacomum disse...

Sou carnívoro de carteirinha e morro de vontade de conhecer a legítima carne argentina. Fiquei aguando...

Ludmilla Lima disse...

Vala Comum, do jeito que o campo argentino está quebrado, faltam no máximo 5 anos para que a carne que vc coma na Argentina seja brasileira!

Túlio disse...

isso vai ser uma pena! que os empresarios brasileiros comprem os frigorificos entao.... não dá pra ficar sem uma bela colita de cuadril!

Ludmilla Lima disse...

Túlio, a vaca é a mesma, "de aqui a la China". :) Aliás, estão comprando os frigoríficos tb.

Mas eu sou quase vegetariana. Orgulho-me de jamais ter comido um assado aqui, mas esse finde comi um Mignon no Kansas que tava melhor que o "pollo". Só assim, limpinho, macio, sem NADA de gordura é que eu encaro. Uma vez por ano, tá bom já :)

André Ramiro disse...

ei, vc tá vindo???

Adriano Snel disse...

Túlio: Once é judiado de velho ou de Judeus? Heheheh

Ludmila: não fale bobagem. Vaca não é igual, não. E aliás, o que se come é o boi... Em SP, ou em Curitiba, a carne é de Nelore, que nada mais é que o famoso boi indiano. Já que as raças européias, Angus, Hereford, etc, devido ao calor brasileiro, não se adaptaram ao nosso país. Tirando é claro, o glorioso estado do RS. Onde a carne é quase igual a da Argentina e Uruguay (desculpe Túlio, mas a uruguaya é mejor).

Abraços!

Túlio disse...

Caro Snel, o Once é judiado pelas 2 razões! haha

Quanto às carnes, tb prefiro a das uruguais. Fui em Montevidéu uma vez e me apaixonei pelas muchachas que andavam pela Ciudad Vieja.

claudemir disse...

Huah, colita de cuadril por colita, fico com as de Buenos Aires mesmo, são mais empinadas.

Ludmilla Lima disse...

Adriano Snel: Dá pra vc se referir a mim com um pouquinho mais de respeito!? Ou é muito esforço pra vc?

Porque, aliás, eu sou quase vegetariana, mas eu, como muita gente carnívora, nnao acha a carne argentina melhor que a brasileira. Agora, se vc quer ser especialista em vacas, isso é outra coisa.

Toda vaca tem as mesmas partes SIM. Vai negar?

Ludmilla Lima disse...

Só mais uma: se a questão fosse a raça do bovino, churrasco escocês ou holandês deveria ser melhor que em outras partes do mundo... certo? Morei na Holanda. E isso não é verdade. PS: Sim, se come o boi, em teoria. Na Argentina, por uma agricultura semi-quebrada, se está comendo muita vaca. Um dos maiores problemas dos criadores aqui é a morte de ventres. Lamentável.

Adriano Snel disse...

Túlio: imaginei que pelos dois motivos.

Ludmilla: Sorry. Mas a questão é: vacas. Ou melhor, bois. Daí, vamos aos tipos. Há diferenças, SIM. Um Nelore tem a carne menos gordurosa e muito mias fibrosa, oq normalmente a torna mais dura e menos saborosa. Hereford, Angus, etc, com muito mais gordura envolvendo a carne e fibras mais tenras. Outra coisa que diferencia é o corte. Que é bem diferente do Brasileiro. Assim como nos EUA é diferente, é uma questão de cultura.

Com relação ao churrasco holandês, escocês, paquistanês, e sei lá, não conheço e não posso opinar. Mas, tirando o RS, não se faz churrasco descente em nenhum lugar neste Brasil. Há não ser que seja feito por um gaúcho e com carne de boi de verdade, não de boi indiano, que é lixo.

E quanto a matança de ventres, vaca serve só pra dar leite e virar churrasco. E elas nunca vão acabar.

PS.: Eu desprezo vegetarianos.

Ludmilla disse...

Snel: seu desprezo é realmente problema seu. E eu nnao preciso despreszar, simplesmente não me interesso por tipos de vacas.

Só comento o MODO como vc respondeu, dizendo que eu estava dizendo uma "bobagem", quando na verdade não teve sentido de humor para entender o que eu disse.

Problema seu.

Repete tudo o que escreveu antes, al reverendo pedo. Pq aqui as vacas morrem sim. Quem sabe assim o seu "glorioso Rio Grande" ensine aos argentinos como se faz esse tão glorioso churrasco.

Se gado Nelore é lixo ou não, deixo pra vc. Para mim é nada mais que uma afirmação simplista. Não parece fazer muito sentido, pq as raças de frio é que devem desenvolver gordura para se aquecer do tempo.

Isso tb é problema seu.

Má-educação sua corrigir não vou eu :p

Não perca tempo com vegetarianos, pois. Coisa, que - mais uma vez NÃO leu o que escrevi - NÃO SOU.

Todo o tom de seu texto é gauchesco, no pior sentido. Lamento. Hasta aqui llegamos, pq realmente há coisa mais importante na vida que discutir uma coisa que eu nem disse e que sua falta de humor "encontrou". Realmente, de onde tirou que todo esse seu conhecimento wikipediano sobre vacas era resposta pra o que não estava dito... Problema seu.

Taí: arme uma estratégia de comunicação melhor fodona para desasnar o mundo sobre que bicho morte é qual.

E respeite quem não quer comer o mesmo que vc. E que, diferente de vc, não veio aqui pregar o que deve ou o que não deve ser. Pq isso é uma chatice, venha de que lado venha. Passe bem.

Ludmilla disse...

Ah, e aceito as desculpas, mas não disse o que vc acha que eu disse. Basta ler de novo.

Túlio disse...

e foi instalada a polêmica da carne!!!

adélia jeveaux disse...

prefiro sushi.

Blog Widget by LinkWithin