quarta-feira, outubro 22, 2008

Liniers no Brasil


Finalmente os livros do Liniers vão ser lançados no Brasil!

Macanudo, sua tirinha diária inocente e agridoce do La Nacion, já deu origem a 5 livros da série aqui na Argentina. É um tipo de humor com pitadas filosóficas, sempre doce e cândido, que consegue agradar de forma quase unânime. Entre seus vários personagens, meus preferidos são o cara que traduz o nome dos filmes, a inocente Enriqueta, o gato Fellini e os vários pinguins.

Em 2006 vi o talento dele em vivo durante um show do Kevin Johansen no Planetário de Palermo. Enquanto as músicas rolavam, Liniers fazia desenhos e histórias de acordo com a letra de cada canção e todo o público acompanhava isso ao vivo num telão. Foi ótimo!

Ultimamente ele anda cada vez mais pop. Primeiro desenhou a capa do cd "Logo" do Kevin Johansen, de quem é amigo pessoal, e depois a do cd "La Lengua Popular" do rockstar Andrés Calamaro.

Além disso ele já lançou o livro Bonjour, um pouco mais ácido e anterior ao Macanudo, e o recente Conejo de Viaje, que mostra as aventuras reais do escritor. Desenhado como um coelho no livro, o cartunista viaja pela Antártida, Europa e até mesmo no Brasil, onde ele teve um fim de semana de chuva em Ubatuba.

Mesmo com a concorrência de alfajores e vinhos, talvez o Macanudo seja o produto argentino que mais fiz propaganda e mais levei de presente pro Brasil. Quando cheguei aqui, há quase 3 anos, seus livros Macanudo podiam ser comprados por módicos 17 pesos.

Brasileiros, fiquem ligados nas livrarias! Vale muito a pena!

Para ver as tirinhas diárias dele existe um blog alimentado por uma alma caridosa que posta diariamente. Autoliniers

* Informação tirada do blog Tangos e Tragédias.

5 comments:

Rafael Urban disse...

Liniers é incrível, macanudo pacas.
Trouxe dois livros na bagagem na última viagem às terras porteñas.

O engraçado é que, na Fnac, a edição em português está custando R$ 33 enquanto as originais, em espanhol, R$ 24.

Saludos,
Rafael

apotamianos disse...

eu quero uma edição em espanhol. traga-a.

giancarlo rufatto disse...

enquanto isso no Brasil:

a arte do novo album do skank é feita pelo Rafael Silveira, o vocalista da banda ctbana Los Dianos. O disco é meio charope, mas a arte é bem legal.

Túlio disse...

massa!

leo vinhas disse...

"La Lengua Popular" é melhor até que "Honestidad Brutal". É o melhor Calamaro, e a arte é o fino!

Agora, por razões pessoais, o charme do Macanudo é em espanhol. Tô curioso pra ver em português.

Abraço!

Blog Widget by LinkWithin