segunda-feira, outubro 20, 2008

Enfumaçado de amor.

Apaixonou-se. Mas como não era fumante ela foi conquistada por outro durante as inúmeras pausas para o cigarro no escritório.

Fez os cálculos. Eram 4 pausas por dia. A cada mês eram 80 chances a menos de poder seduzir a musa.

No fim ela se casou com o fumante. Dez anos depois ficou viúva. O marido morreu de câncer e foi cremado.

E o amor dele ressurgiu das cinzas.

5 comments:

giancarlo rufatto disse...

hHHAHHHAHAHAHAHAHAHAHA.

otimo.

Túlio disse...

Baseado em fatos quase reais.

adélia jeveaux disse...

nhoooooou

hellenG disse...

vixe.
vamo fumar um cigarro e tomar um café?
hihihhihihi

A-nah! disse...

¡Túlio! ¡Este es el corto!

Blog Widget by LinkWithin