segunda-feira, junho 30, 2008

Falemos do que realmente importa. Falemos de The Verve.

A melhor banda do mundo que tinha acabado em 1998, depois do lançamento do histórico Urban Hymns, anunciou ano passado sua volta. Fizeram alguns shows e etc, mas nenhum deles teve a mesma importância simbólica do que aconteceu nesse último dia 29 de junho no Glastonbury Festival.

Richard Ashcroft, letrista, vocalista e frontman da banda, finalmente acertou suas diferenças com Nick McCabe, o guitarrista problemático, porém célebre por seus efeitos que davam às músicas do Verve um clima único. The Verve voltou e a humanidade pode se ajoelhar e prestar a adoração devida..

Junto aos dois, o baterista Peter Salisbury, que sempre gravou as baterias dos discos solos de Ashcroft, e o baixista Simon Tong, o mesmo da última formação.

A química entre os quatro é indiscutível e podemos ver um Richard realmente contente com a volta que parecia muito improvável para os fãs. Por mais que sua carreira solo tenha trazido ótimas músicas como "Song for the lovers", "Check the meaning" e "Break the night with colour", nenhuma chegou aos pés do lirismo e honestidade de "Drugs don't work" e "History".

Assistindo o show disponibilizado no site da BBC me dei conta que agora com a volta deles não posso deixar de vê-los ao vivo. A melhor banda do mundo está de volta e isso não acontece todo dia, meus caros.

Em agosto está prometido o lançamento do cd "Forth". Oremos!

12 comments:

apotamianos disse...

ô loco, meu!
quanto deslumbre!

giancarlo rufatto disse...

ahm, tão 15 anos.

Túlio disse...

post mais parcial do mês. mas com toda razão. Verve é fueda.

adélia jeveaux disse...

isso me lembra o show do pink floyd no live 8, em 2005.
estavam todos tão felizes.

Lívia disse...

Saudade da década de 90 e do britpop!

Túlio disse...

totalmente... saudade de 1997.

Lívia disse...

Verdade, 97 foi um ano especial, lembro do lançamento do "Be here now" e da confirmação do oasis no Brasil em 98. E foi também o ano que eu conheci o The Verve, esse cd espetacular (que por acaso me roubaram), que toca direto aqui no meu comp. Excelente esse finalzinho de século...

Túlio disse...

tb foi o ano do lançamento de OK COMPUTER.

giancarlo rufatto disse...

de todas essas bandas, o Verve é a menos legal. fiquei tão feliz quando o cara do sebo me deu 8 reais pelo urban hyms e 5 storm in heaven que comprei outra coisa (quem nem lembro o que foi ajhahah) pra comemorar.

comentario só pra discordar, achei a musica nova tão fraquinha.

Túlio disse...

gosto não se discute mas se lamenta!

Lívia disse...

"gosto é que nem cu, cada um tem o seu"... :)

Melhor que não seja tão popular. O Oasis virou popular e nossa, foram anos de desespero até sair o single de "Layla", algo que por fim era bom. Na minha singela opinião...

Bruno Silva disse...

The Verve é uma banda 'simpática'. Eu gosto muito, mas daí a dizer que é a melhor do mundo... Que Mick Jagger te perdoe.

"Check the meaning" foi a musica mais tocada por minha pessoa nos ultimos meses. Eu simplesmente sou apaixonado por essa musica.

Agora quero um post falando sobre The Kooks. Farei eu.

Abraços!

Blog Widget by LinkWithin