segunda-feira, junho 23, 2008

Prefeitura não consegue chutar o pau da barraca da presidenta.

É mais ou menos assim. Toda a discussão sobre as retenções de 44% dos produtos agrícolas agora está sendo feita pelos deputados argentinos.


A presidenta e seu maridón resolveram colocar umas barracas para uns manifestantes manifestarem suas manifestações pró-governo na Praça do Congresso. No total são 5 barracas e a maiorzona é toda hi-tech, com várias cadeiras, mais de 120, para o pessoal ficar sentadinho e discutindo sobre Evita, além de um TV de Plasma pra galera ficar antenada nos últimos capítulos de Bailando por un Sueño. O jornal da noite do canal Telefé calcula que o aluguel dessa última barraca sai por uns 6 mil pesos por dia.

Acontece que pra acampar na praça é necessário uma autorização da prefeitura de Buenos Aires, coisa que a tal barraca não tinha. Aí chegaram hoje os homens da prefeitura para desalojar a verdadeira rave peronista que estava rolando no Congresso. Rolou um "empurra-empurra" gigantesco, mas sem a turma do "deixa disso", que aqui na Argentina quase inexiste.

Sem poder expulsar a galera da Cristina Kirchner da praça, os fiscais da prefeitura ligaram para a polícia para tentar por ordem no barraco. Acontece que a polícia, que é da Cristina, apenas não foi cumprir suas obrigações e continuaram comendo empanadas na delegacia!

Ou seja, a barraca dos Kirchner continua armada em plena praça!

2 comments:

Bruno Silva disse...

Só Por GOD! Tem coisas que só os Kirchner fazem por você.

O 'visu' do site tá ficando bão, hein! hehe

Eh nuy.

Otávio Pacheco disse...

A polícia, aqui em São Paulo, recebe o codnome "Coxinha" - por exemplo: "os coxinhas chegaram para fazer o flagrante...". Por acaso aí na Argentina eles podem ser os "empanadas"?

Blog Widget by LinkWithin