terça-feira, setembro 16, 2008

Especial Rock Argentino: 4 - Los Álamos.

A última das entrevistas do especial com as bandas portenhas é com Los Álamos. Indicados pela Rolling Stone como a banda revelação de 2005, já apareceram em várias publicações estrangeiras como uma banda "a ser escutada".

Com um som único no rock argentino, que une influências do country e do space rock. O vocalista e letrista Peter tomou seu tempo para responder algumas perguntas. Ele fala sobre a banda, a infra-estrutura pobre de muitas casas da cidade e de como é a vida de uma banda independente, que ao mesmo tempo que faz grandes turnês pela Europa passa por dificuldades em Buenos Aires.

Existe um som que pode ser definido como rock argentino ou isso é coisa do passado?

As bandas de rock da Argentina, desde os anos 60 até hoje, sempre foram particulares. Não sei se havia um som que as identificasse, talvez o fato de cantar em espanhol as unia, mas agora existe uma variedade tão grande de bandas que não podemos dizer com tanta certeza que há um som de rock com características comuns proveniente da Argentina.

Existem lugares bons para tocar na cidade, com boa infra-estrutura?

O rock na Argentina tem mais de 40 anos mas a Infra-estrutura continua nula. Os lugares tratam mal as bandas: elas tem que pedir por favor para tocar e às vezes pagar para tocar emum lugar. Os sistemas de som são quase sempre semi-profissionais e isso faz que qualquer cena de rock demore muito para se desenvolver. Em troca, os grandes festivais, patrocinados por companhias de telefone e bebidas, têm uma grande estrutura mas o trato com as bandas locais é degradante. Em muitos casos é preciso pagar para o nome da banda aparecer nos cartazes do lado de bandas internacionais que costumam ser artistas de segunda categoria o que estão em uma turnê de revival.

É possível viver de música Indie na Argentina?

Da nossa música não se pode viver. O público não é muito e pela crise que o país está passando fica muito difícil ser consumidor de música.

A banda foi apontada como umas revelações da revista Rolling Stone em 2005. Desde a revelação até hoje, o que passou?

Depois lanzamos três discos, fizemos uma turnê pela América do Sul e agora vamos para Europa. Recentemente editamos nosso último disco “El fino arte de la venganza” que foi masterizado em Los Angeles.

Essa veia western da banda, de onde vem e para onde vai?

A banda faz um som com pulso de folk, blues e até mesmo valsa. O som vem da necessidade de criar algo partindo de nossos gostos e possibilidades musicais

Alguma explicação de porque o público do país agita tanto em shows de rock?

Na verdade não sei. Acho que eles gostam de chamar a atenção! Mas também disfrutam de um show com muita paixão.

Myspace da Banda: http://www.myspace.com/losalamospace

2 comments:

Victor Hugo disse...

E aí Túlio, blz? Descobri teu blog qdo organizava minha 1ª viagem para BsAs e desde então o acompanho diariamente. Agora, já com data marcada para o meu retorno, queria perguntar se vc conhece algum hostel bacana aí por Palermo. Estou de olho num tal de Borges Design Hostel, já ouviu falar? Espero não estar enchendo o saco... Abs (garciavh@gmail.com)

Túlio disse...

ok!

Blog Widget by LinkWithin