domingo, agosto 24, 2008

The Verve - Forth.


De todos os artistas que admiro, aquele que eu mais gostaria de bater um papo num bareco seria o Richard Ashcroft.


Agora com a reunião do The Verve, minha banda favorita de todos os tempos, e o lançamento do cd Forth talvez teríamos mais assunto. Afinal não é qualquer dia que eles lançam um cd novo. Fazem exatamente 11 anos que isso não acontecia.

O Britrock dominou os anos 90 e deu lugar a indiarada dos anos 2000. Daquelas bandas, o Oasis preferiu ficar mais rock de multidões, o Travis praticamente não mudou, o Radiohead preferiu experimentar e fugir do pop e outras bandecas foram aos poucos minguando. O The Verve, com esse cd, parece ser uma das poucas que evoluiu um pouco mas sem prostituir aquilo que sempre o caracterizou.

Para os entendidos, o cd está mais para "A northern soul" do que para "Urban Hymns". Mais guitarras viajantes do Sr. Nick McCabe, mais delays, menos baladas como Sonnet e Drugs don't work e muito mais canções climática que passam dos 6 e 7 minutos.

Mas o que não muda é a minha admiração, e até mesmo espanto, com o teor das músicas. Como é que o cara consegue traduzir em letras tantos sentimentos comuns?

Como é que o cara escreve "Valium Skies", "Love is noise", "Judas" e "Appalachian Springs" nesse idioma que ultrapassa a barreira do léxico e casa perfeitamente letra, melodia e música? Como o instrumental pode passar um sentimento que complementa a letra, passando sensações complicadíssimas de se escrever em palavras?

Pois é, quem sabe o Richard Ashcroft poderia me responder todas essas perguntas se sentasse comigo lá no Bar do Pudim em Curitiba para bater um papo. Peter Salisbury, Nick McCabe e Simon Jones, vocês também estão convidados!

The Verve - Love is noise


3 comments:

Ivan disse...

disco realmente muito bom. "Appalachian Springs" já nasce clássica. "Numbness" é o tipo de música que eu gostaria de ter feito. como disse no blog, impressiona o fato de que parece ser um disco gravado ao vivo no estúdio de tão natural que é a interpretação dos caras.

Túlio disse...

Falou e disse!

Helena disse...

Vamos apresentá-los ao Miltinho!

Blog Widget by LinkWithin