terça-feira, agosto 05, 2008

Espírito de loser.

Faltam pouquíssimo tempo para começar as Olímpiadas e o clima aqui em Buenos Aires não é nem um pouco esportivo.


Fico lendo as notícias do Brasil que falam dos nossos atletas, da super tela interativa do Fantástico e imagino que deve estar um tremendo frenesi com os jogos olímpicos.

Assim como o Brasil, a Argentina está bem longe de ser uma potência esportiva. Nas últimas duas Olímpiadas levaram somente dois ouros. Talvez por isso as expectativas para Pequim 2008 sejam bem modestas. Têm boas chances no futebol, basquete, hóquei de grama e olhe lá.

A Telecom, empresa de telefonia fixa que patrocina o comitê olímpico local, está veiculando um comercial na TV que é o cúmulo do derrotismo. O anúncio com ótima produção e fotografia mostra um nadador e termina com a frase "Esforzarnos. Esa es la meta". Loser, muito loser! Podiam ter usado outro verbo, outra idéia. Algo como "brilhar", "levar a Argentina pro pro lugar mais alto" ou quem sabe até "entrar para a história", mas não. Preferiram ser bem realistas e não se permitiram sonhar nem um pouquinho. 

Esforçar é o que eu faço diariamente ao pegar um ônibus rumo a Palermo nesse frio invernal! Qualquer um se esforça sem precisar ir para a China!

Não achei o vídeo no youtube. Quem quiser poder ver nessa página aqui.

7 comments:

Paulo Torres disse...

Em compensação, na Argentina devem transmitir quase todo o torneio de hóquei sobre grama feminino, que aqui no Brasil passará em branco. Saudades de Lucha Aymar e Magui Aicega...

Bruno Silva disse...

Não sei o que eu prefiro. O realismo ou esse patriotismo sazonal que temos aqui no Brasil.

No mais, péssima campanha da Telecom. Isso é fato.

Abraços!
http://tiburcioblog.blogspot.com

Lívia disse...

Na Argentina se comemora segundo lugar, terceiro... mas uma diferença entre nós e os hermanos.

Que frio da porra, né? Já cansei!

bjs!

Bruno Moreno disse...

É verdade, Tuliao. Além disso me parecem um pouco sombrias as propagandas, com mt negro, cinza e um tom meio macabro. Ganhar é meio chato, assim.

E temos mais dois meses aí de invernabilidade olímpica pela frente !

Mariana porto. disse...

desse jeito, logo eles estão usando algo como "o importante para nós é competir". loser, loser.

Ivan disse...

ahaha. isso me lembra aquele filme "como fazer carreira em publicidade", em que um publicitário bem sucedido surta e resolve fazer propagandas dizendo a verdade.

não sei se não é melhor que esse ufanismo besta da mídia brasileira, quando a gente sabe que o máximo que vai conseguir vai ser umas poucas medalhas em esporte coletivo, e outras em vela e judô e olha lá.

Túlio disse...

exatamente... e outra, de que adianta brilhar nas Olimpíadas, se todos conhecemos muito bem que existe uma grande África subsaariana dentro do Brasil.

Blog Widget by LinkWithin