domingo, agosto 10, 2008

Flash Olímpico 1

Bastou apenas dois dias de transmissão olímpica para perceber que as coisas aqui são deprimentes.


Vi umas 3 ou 4 entrevistas com atletas argentinos que foram lá e, como esperado, ficaram longe de medalhas. O esportista  com um semblante triste e um repórter áspero perguntando a justificativa da derrota formam uma cena tosca. Fiquei com muita pena de um boxeador que foi eliminado em sua primeira luta e contava que em quatro meses era o seu primeiro combate porque não há apoio do governo e blablablá. Deprimente, muito deprimente. Só faltou o repórter perguntar o que o cara achava de ser eliminado em meia hora de competição depois de ter viajado meio mundo.

O Brasil está a anos-luz de distância de ser uma potência olímpica, mas pelo menos sinto que há uma admiração pelos atletas que batalham uma vida contra a falta de apoio e ausência de patrocínio. Particularmente sou fã daqueles atletas dos esportes que recebem zero cobertura da mídia como levantamento de peso ou tiro ao alvo. Esses caras nem precisam ganhar nada mesmo. E se ganharem devem ser beatificados.

Nota: A Argentina já ganhou um bronze no judô durante o primeiro dia de competição e o Brasil ainda nada.

3 comments:

Juliana Bragança disse...

mto boa a foto! e tb fiquei com dó do cara, coitado!
esse país aí ta ruim mesmo, mas td bem q o br nao ta la essas maravilhas!
bjos

Bruno Silva disse...

Olha, eu adoro a Argentina, mas pra mim é igual São Paulo: É boa só pra passear. Ô país medíocre.

Agora, mais fácil eu ser bom em algum esporte que o Brasil chegar na perspectiva de 15 medalhas.

Abraços!
http://tiburcioblog.blogspot.com

artesmenores disse...

Eu acho muito engraçado como os dois países tem personalidades (se é que país tem isso) diferentes. Enquanto no fundo acho que ambos argentinos e brasileiros são muito duros consigo mesmos, o brasileiro é adepto ao "foda-se, lalalaê", o argentino parece que gosta de se lamentar. Eu como não sou argentina, e nem estou morando aí, acho muito fofo. Acharia mais, mas a fernet branca que eu comprei quando fui aí acabou.

Blog Widget by LinkWithin