domingo, agosto 24, 2008

La escafandra y la mariposa.

Às vezes acho que estou postando demais aqui no blog e deveria dar uma maneirada nisso. Mas aí colido com "O escafandro e a borboleta" e simplesmente não posso deixar de escrever sobre ele.


Mais que todos os clichês, que não deixam de ser verdadeiros, de "uma grande lição de vida" ou "filme para chorar", O escafandro é uma aula de cinema. Por poucas vezes me senti tanto na pele de um personagem. Um show de câmera subjetiva, de roteiro, fotografia, direção e muitos, muitos pequenos detalhes que fazem o mundo do cara... Fiquei boquiaberto (e ainda estou). E pelo jeito não foi só eu já que o filme foi indicado para 4 Oscars, ganhou em Cannes, ganhou Globos de Ouro e trocentos outros prêmios internacionais.

O roteiro é baseado no livro de Jean-Dominique Bauby, que depois de ter um acidente passa a ter somente seu olho como forma de comunicação e mesmo assim consegue contar sua história. Uma frase que o personagem diz resume bem o filme: "Além do meu olho, só duas partes minhas não estão paralizadas: minha imaginação e minha memória".

Se ainda não viu, faça um favor para você mesmo e veja esse filme.

Aqui o trailer:

3 comments:

Vinícius da Cunha disse...

É demais. Gostei de não ter lido, nem assistido, nada sobre o filme antes de me deparar com essa pérola.

Túlio disse...

filme do ano!

Aninha Bitten disse...

putz, eu já ouvi falar da história desse cara, ele era jornalista, editor da Vogue durante anos. Bah, fiquei mto a fim de assistir...

Ah, meus pais chegaram ontem de Curitiba, encantandos com a cidade, fizeram altas propagandas... bem coisa de turista, hahah.
bj guri.

Blog Widget by LinkWithin