domingo, junho 21, 2009

Nuevos Aires Folk

Jens Lekman é um cara que tem um talento invejável. Sabe como poucos transformar histórias e contos em belas e apaixonantes músicas. O sueco esteve aqui em Buenos Aires na última sexta, dia 19, fechando o festival o Nuevos Aires Folk.

A mistura de mesas na platéia, no melhor estilo show de tiozão, com as bases pré-gravadas do Jens (ele não veio com a banda toda mas com um ajudante de bermudinha) dava uma onda bem kitsch a todo evento.

Com sua bela guitarra semi-acústica e sua poderosa voz, ele ia mandando ver hit atrás de hit, a maioria do último cd de 2007 "Night falls over Kortedala (já postei algo sobre aqui). Estava tudo lá, desde "The Opposite of Hallelujah", "I'm leaving because I don't love you" e a ótima "Postcard To Nina", onde Jens contou a verdadeira história sobre o tema. Uma menina lhe convidou para jantar com seus pais e o apresentou como seu noivo. Acontece que a menina era lésbica. Também tocou uma nova canção "The end of the world is bigger than love".

Jens Lekman tocando um xilofone imaginário no show

Sua sensibilidade é tão grande que ele é quase um emo. Chamou a todos para contarem suas histórias de amor para ele depois do show. Será que ele está buscando mais matéria-prima pros seus próximos discos?

Depois de fechar o show com "Into Eternity", com todo o público já de pé dançando e batendo palmas, Lekman atendeu a vontade de todos e voltou com um grande bis, mas dessa vez só voz e guitarra, concluindo com a grudenta "Shirin"

Para mim, que sou fã confesso, ficou faltando "If you ever need a stranger (to sing at your wedding) e "If I could cry (it would feel like this).

Um belo show numa fria sexta- feira à noite de Buenos Aires.

4 comments:

adélia jeveaux disse...

pena que acabei não indo vê-lo em são paulo.
teria boas histórias pra contar.

Natália disse...

que inveja!! adoro Jens Lekman.. ele passou por algumas cidades aqui no Brasil. Sao Paulo (claro!), mas também Porto Alegre, Curitiba e Recife. Infelizmente, logo o Rio ficou de fora para o meu azar :(

Marcelo Urânia disse...

aqui em ctba o mongo de bermudinha estava com calça mórmon, mas a monguice era a mesma.

eles usaram um AMULETO de chavinha de diário? hahaha

Túlio disse...

haha
Sim, essa chavinha tava à venda pelo Jens... pelo que entendi.

Blog Widget by LinkWithin