quinta-feira, maio 08, 2008

Quero um mundo só com curitibanos.

Os brasileiros supervalorizam simpatia. Existe uma certa banalização dela! Existe um grande preconceito contra os antipáticos.

Aqueles que não dão "bom-dia" para as pessoas no elevador ou calçada são considerados párias, escória social. Nós, os antipáticos, recebemos olhares de reprovação, somos julgados dos pés à cabeça e marginalizados pela sociedade. Parece até que somos menos brasileiros. Somos taxados de azedos, rabugentos, mas quando na verdade só estamos sendo seletivos.

Eu, que sempre desconfio de quem sempre está sorrindo porque para mim essa pessoa esconde algo, sinto na pele essa discriminação.

Deixemos bem claro que isso não é uma apologia à antipatia ou a cara amarrada. Mas sim uma batalha contra a simpatia desnecessária, insistente e inconveniente. Não quero que as pessoas não conversem, mas sim que o façam com algum objetivo. Sejam felizes e sorridentes, mas sem histerismo.

Se as duas únicas opções forem ficar calado ou comentar sobre o tempo, eu escolho ficar de boca fechada. Simpatia, efusividade e intimidade demais com quem mal conhece é pura inconveniência.

Acho que isso seja uma das principais razões pelas quais gosto de Curitiba: a capital anti-carnaval, da negação da brasilidade, do frio, da falta da obrigação social de ser simpático, do não dizer oi no elevador. Nada de ginga, zero malemolência e sambá no pé. O curitibano, em sua maioria, parece conhecer e respeitar muito bem as fronteiras da bolha social. Sua simpatia aparece naturalmente e não com qualquer nega da esquina.

Quero um mundo só com curitibanos!

9 comments:

Fer Funchal disse...

me too, me too.

Anônimo disse...

Os brasilienses também são assim. Mas ao ponto de serem arrogantes e ignorarem as pessoas que conhecem quando as vêem em lugares distintos do meio social em que as conheceram.

Prefiro os curitibanos
:)

André Ramiro disse...

YES YES YES YES
VIVA!!!!
Anti fake na cara!
hahahaha
abs e visita a pistolad´água...vida nova, blog novo. hahaha
abs

Túlio disse...

curitibanos, não me decepcionem!

Juliana Bragança disse...

se vc sempre desconfia de quem esta sempre sorrindo, vc desconfia da mae, pq ela é assim. sera q ela esconde algo?!!?!?! hauiahuiahuia
bjos

giancarlo rufatto disse...

eu como bom italiano e gorducho fui abençoado com um rosto naturalmente simpatico e uma boca cheia de dentes. não sou ctbano e não me encaixo na fatia de não ctbanos blasés: sou grande, falo alto e conto piadas idiotas pra qualquer estranho que esteja do meu lado de bobeira. e depois disso ha quem diga gostar de mim.mentirosos de uma figa!

Marcelo Urânia disse...

ah, pare! se morasse aqui estaria reclamando dos curitibanos. :)

já deve ter acontecido com vc: AQUELA ninfa do seu prédio tá no elevador e vc entra. qdo vc a vê, pensa "É HJ Q TREPO NO ELEVADOR!" ahahahaha mas aí ela apenas te ignora. então o pensamento muda "tinha que ser uma puta curitibana!" hahaha

abráz!

MinasGenerales disse...

Sinceramente Tulio, acho seu comentario mais fake ainda que os que vc chama de "fake felicidade do Brasil". Nada mais fake que brasileiro sulista tentando ser o anti-brasileiro. Na boa... e se tem um povo "simpatico inconveniente" argentino, com aqueles sorrisos pendurados na cara, sem alma. Aquele "HOLAAAAAAAAA....!!!" gritado, sem alma, aquela simpatia superficial. O sujeito nao precisa sorrir se nao quiser e nao acho nem menos nem mais brasileiro... nada a ver. O que tem a ver SIM e a simpatia genuina, que nao tem nada a ver com um sorriso pendurado na cara, aquele bem baiano que vendem como imagem do BRASIL e unica imagem da nossa simpatia. Talvez vc esteja dizendo isso pq mora na Argentina - eu sei bem, eu tb!!! - e aqui e a terra do preconceito e so estereotipo. Ja me pediram para sambar a cada cicno minutos... ja me disseram que no posso "reivindicar minha raiz brasileira" por nao ser negra... na boa, nao de esses ataques sulistas pq, se vc pensar direitinho, pode ser a neurose da defensiva qeu uma pessoa temq ue ter pra viver aqui. OH povinho "nao viva e nao deixe viver"! Agora se vc eh assim mesmo... problemas. Ah, aqui mesmo algum portenho jah me criticou me chamando de "portenha" (!!!) por ser uma pessoa muito critica - como se brasileiro, na visao deles, nao pensasse. Ora bolas, vc nao eh tolo, vive aqui tb. Quer um mundod e Curitibanos? Va pro Chile (refiro-me ao lado mais chato dos chilenos... e olha que nao tenho NADA em contra de Curitiba). Saludos.

apotamianos disse...

mas que bobeira! vc se achando o antipático, é!?! unf.unf. unf.

dar "oi" a desconhecidos é uma tática bem interessante. aqui em cwb, quando faço isso, as pessoas pensam: de onde surgiu essa maluca!
adooooro.

Blog Widget by LinkWithin