quarta-feira, maio 28, 2008

Especial Música da Suécia: 3 - Entrevista com Eskobar

O poderoso trio do Eskobar já tem mais de 10 anos de vida e recentemente lançaram o seu quinto cd com o título de "Death in Athens".

São mega conhecidos na Europa e passeiam pela tênue linha que separa o pop do indie. Suas músicas, como toda banda sueca, possuem refrões marcantes.

Em 2002, com a música "Someone new" com participação de Heather Nova, la fama da banda ultrapassou a fronteira da comunidade européia. O coral Scala & Kolacny Brother, conhecido por suas versões de bandas como U2, The Cure e Nirvana, chegou a gravar "Someone new", confirmando o potencial pop do tema.

O guitarrista Frederick Zäll fala na entrevista sobre o último CD, a música de seu país, da fama que a banda e também comenta sua paixão pelo cinema.


Já ouviu falar do festival "Invasão sueca"?
Sim, nossos amigos do Hell on Wheels comentaram e seria uma grande honra tocar nele. Temos muito contato com os fãs brasileiros e seria muitoo legal tocar para eles.

Por que as bandas suecas são tão populares mundialmente? Você tem alguma teoria sociológica sobre isso?

Bom, existem muitas respostas para essa pergunta. Aqui algumas delas
- Suecos são muito fluentes no Inglês, o que significa que podemos escrever e cantar ótimas letras em inglês.
- Você pode aprender a tocar instrumentos na escola por um preço bem baixo e as salas de ensaio são muito baratas.
- A Suécia tem uma grande história musical graças a bandas como Abba e Roxette.

Existe um som que pode ser definido como sueco? As bandas que o mundo escuta são as mesmas escutadas na Suécia?


É mais fácil para os outros falar sobre o som da Suécia. Não sabemos definir bem porque estamos no meio de tudo. A maioria das bandas suecas conhecidas mundialmente também tem fama na Suécia, mas as mais conhecidas são as que cantam em sueco.

Como está o Eskobar agora?

Estamos muito bem. Vamos lançar nosso terceiro single "Flat Earth" na Escandinávia. Esperamos subir nas paradas com esse. Nosso disco "Death in Athens" acabou de ser lançado na Suiça e está indo muito bem. Também fechamos um ótimo acordo para Alemanha, Áustria, Holanda, Bélgica e Luxemburgo e o disco vai ser lançado por lá nesse outono.

Pode falar mais de "Death in Athens"? Qual a razão desse nome?

O título do álbum é uma história sobre nosso sucesso no passado. Vendemos muitos discos e como éramos muito jovens passamos tivemos uma fase difícil para superar essa fama. Tudo isso levou a uma megalomania e uma idéia de que éramos muito maior e influentes do que realmente éramos). Isso foi há 10 anos atrás, agora estamos muito melhores. Bom, falando em megalomania, começamos a buscar o significado histórico disso. Descobrimos que na Grécia Antiga, a megalomania era punida com a morte. Por isso batizamos o disco de "Death in Athens" (Morte em Atenas).

E as músicas "Halleluja New world", "Quiet world" e "Flat Earth"? O que significam?

Não quero explicar letras porque isso pode tirar o ponto de vista do ouvinte.

Halleluja New world é uma música sobre acordar e ver o mundo com olhos muito, muito diferentes. O verso é muito extranho e tropeçado e o refrão é exatamente o oposto. Uma canção que é diretamente um hit.

"Quiet world" é uma linda canção sobre nonsense e que sem ele é impossível viver. Conversar sobre o tempo está ok às vezes.

"Flat Earth" é o terceito single do disco. Foi composta no piano mas tocada como se fosse uma verdadeira canção punk. Fiquei martelando minhas mãos no piano nela. No disco ela foi produzida de uma maneira mais pop. Também achamos que seria divertido adicionar algumas influências óbvias (Queen - Scaramouche).

O clip vai ser lançado em algumas semanas e foi outra vez dirigido por mim. É uma sessão de fotos de um dia inteiro na minha vida numa charada

Seus últimos clips foram muito caprichados, com ótima direção e um belo visual. A banda gosta de filmar? É fã de cinema?

Muito obrigado. Faço direção de vídeos para a minha produtora Videoproduction Co Gifprod. Dirigi, produzi e editei nossos últimos 8 clips, incluindo Hallelujah New World. Gosto de filmá-los de maneiras menos tradicionais. Fazendo animações caseiras e fotos ao invés de simplesmente filmar em um palco. Tivemos um triste momento na história cinematográfica sueca quando Ingmar Bergman faleceu ano passado. Seus filmes são fenomenais.

O que você sabe do Brazil? Gosta de algum artista brasileiro? Seja sincero.
Sei que Brasília é a capital e que o Brasil é o país do samba, além de ser o maior país da América do Sul. Pessoalmente amo Sepultura, mas não tanto quanto Astrud Gilberto. Uma escolha frequente no ônibus de turnê.

Fiquem aí com o clip do último single lançado pelo Eskobar, Halleluja New world:

5 comments:

André Ramiro disse...

ô cabeça, vamos pras montanhas argentinas em julho!
hehe
absss

Túlio disse...

chega mais!

Marcelo Urânia disse...

someone new é ULTIMATE CLASSIC.

pumpkincita disse...

Te paso otra banda sueca que se puede sumar a tu lista:
The Radio Dept.
En Last.fm te regalan unos mp3 ahora
http://www.lastfm.es/music/The+Radio+Dept.

Y te paso el my space para que lo chequees también:
http://www.myspace.com/officialradiodept

Y otra cosa, de metida nomás :P
Si te vas a las leñas o para algún lado así, te puedo dar tips (sobretodo por los precios de hoy jeje)

Saludos,
y deja de agregarme gente horrribleeeee :P

lindsayeisaac disse...

Excelente entrevista!
Parabéns!

Blog Widget by LinkWithin