quinta-feira, maio 22, 2008

Hay que poner huevo, hay que poner huevo!

O argentino é um ser chulo por excelência. As pessoas se xingam a todo momento e de tanto falar palavrão, os xingamentos acabam perdendo a força.


Culo, orto, hijo de puta, huevo, concha de tu madre são expressões muito presentes no vocabulário das pessoas. Confesso que ainda não me acostumei 100%. Ainda fico um pouco chocado quando uma menina por fala uma coisas dessas.

Mas talvez o pior xingamento de todos, pelo menos nos meio futbolístico, seja o "pecho frío", traduzido como peito frio. O pecho frio é alguem que não tem coração, não tem raça, não luta pelo que quer.

Ronaldinho Gaúcho é um clássico pecho frio, assim como o nosso querido Kaká. A notícia de que eles pediram dispensa da Copa América no ano passado foi recebida com um certo tom de surrealidade aqui. Como um jogador pede para não jogar para seu próprio país? Difícil entender isso. 

É mais ou menos o sentimento que tenho ao ver gente comendo arroz frio. e na salada aqui. Como isso é possível? Hã? Muito surreal.

É interessante notar como o futebol é muito mais movido por paixões aqui. Pouquíssimos são os casos de jogadores que rodam vários times ou até mesmo rivais. Por exemplo um Romário da vida que jogou no Vasco, Fluminense e Flamengo. Aqui, o caso mais famoso foi o Batistuta, que jogou no River e também no Boca.

De resto, os jogadores são muito apaixonados por seus clubes de origem. Martin Palermo, por exemplo, que jogou muitos anos no Estudiantes de La Plata, raramente comemora os gols que faz pelo Boca contra sua ex-equipe. Ok, talvez isso seja um exagero, mas mostra muito bem como os jogadores realmente amam seus times.

Kaká agora não vai jogar as Olímpiadas. Dizem as más línguas que ele nem insistiu nem nada. Li no blog de um jornalista de futebol um texto que falava que Kaká estava certo. Eele tem que respeitar o patrão que lhe paga um milhão de euros por ano.

Discordo totalmente. O futebol é um negócio, mas antes de tudo é paixão. Um ídolo nacional não pode guiar suas atitudes de acordo com o dinheiro. Ultimamente está difícil um jogador de seleção brasileira entender isso e ter uma noção que existe torcedor, além do dinheiro e mulheres loiras oxigenaas.

Quer ver um exemplo de um cara que se guiou pelo dinheiro? Rubens Barrichelo. 

Aquele dia das mães fatídico onde ele ia ganhar a corrida e faltando poucos metros deixou Schumacher passar foi marcante para mim. O cara perdeu toda a simpatia que nutria por ele. Para quê torcer para um cara que não quer vencer, mas sim ganhar dinheiro? Quero torcer para um atleta que queira ganhar e represente meu país. Não vou torcer para um empresário. Se for assim eu escolho um cara mais genial! Sou Steve Jobs na cabeça!

7 comments:

Leo Carioca disse...

Discordo que Kaká seja pecho!!!

Sim Rolfi Montenegro (o maior pecho do mundo!!!!), Ayala, a seleção argentina en geral, Robinho, Cristiano Ronaldo e Ronladinho Gaúcho.

O pecho frío não so pipoca na parda difícil senão que também aparece quando esse jogo foda está resolvido.

Exitem pechos brucutus, como Torô.

Ivan disse...

total. e o exemplo do Barrichelo me lembrou aquela música do Ultraje, "Terceiro" - "pra mim tá mais do que bom!" ahahah

giancarlo rufatto disse...

o problema das olimpiadas deve ser o fato que é meio queima filme, ja que o brasil nunca ganha a coisa, e o jogador que vai mal lá fica marcado por um tempo, desvaloriza e tal.
mas que esse bando de jogador chulé (tem essa na argentina?) tinha de ir jogar uma segunda divisão, ah isso naõ resta duvida. ex: corinthia.

Juliana Bragança disse...

é revoltante mesmo, o futebol virou uma indústria, não é mais paixao, e sim negocio! triste, ne? pra vc ver o q o $$ nao faz...
se liga, tem um muleque acho q de 12 ou 15 anos aqui d stos q ganha 50 mil por mes pra nao ser comprado por nenhum time europeu!

apotamianos disse...

gostei do "huevo". meigo p/ chuchu!

Anônimo disse...

Bom concordo com o fato do jogador se recusar a jogar tal competição , e nunca gostei dessa coisa do futebol argentino de dar o sangue , se matar , isso nunca deus certo na argentina, nao ganham nada desde 90, nao ganham do brasil a anos , entao fico com o futebol do frouxo ao futebol do que se mata porem nao ganha nada, um abraço

Snel disse...

Não ganham contra a seleção brasileira e nos mundiais. Mas na libertadores e sulamericana, eles são magos.

Blog Widget by LinkWithin