domingo, março 23, 2008

A crise das moedas.

Não é a inflação, a crise energética, a maquiagem da Cristina Kirchner ou a falta de carne, o maior problema da Argentina. Pelo menos em Buenos Aires, a maior crise é a das moedas.'

Uma contextualização: aqui os ônibus são movidos a moedas. Ou seja, os passageiros só podem pagar com moedas, já que não existe a figura do cobrador, mas sim uma máquina que só aceita moedas.

Sendo assim, eu como brasileiro que estava acostumado a odiar moedas e fazer o possível para gastá-las rapidamente, sou obrigado a guardar tudo para usar para o busão. Obviamente não é só eu quem faz isso, mas todo a população que usa transporte coletivo.

Assim a coisa mais normal quando se compra qualquer coisa em qualquer lugar é escutar a pergunta "no tenés más chico?". Até mesmo quando você compra uma coisa que vale centavos e paga com uma nota de centavos é normal escutar isso. Uma verdadeira encheção de saco.

Fora que no Brasil, quando algum comerciante está sem troco, ele fará todo tipo de sacrifício para conseguir isso, indo na loja ao lado ou percorrendo todos os comércios da área para trazer esse troco para o cliente. Aqui, onde há toda essa demanda por troco, eles não estão nem aí. Você, que está comprando, que deve se virar. Ou como faço eu, apenas não compro. Às vezes me pergunto qual seria o impacto total que a falta de educação e o mal atendimento teria na economia argentina. Quando fizerem um estudo sobre isso descobririam uma cifra enorme.

Reportagens recentes denunciaram que as empresas de ônibus, que detém a maioria das moedas da cidade, vendem moedas! Sim, eles vendem moedas por um preço maior. E o pior é que tem gente que compra.

6 comments:

Juliana Bragança disse...

eu acho q eles deveriam ter cobrador no onibus pq ai pode usar nota, mas teria assaltos a onibus, o q nao seria legal!
e eu ja sai mto pra procurar troco pros clientes nas lojas perto, mas algumas vezes ela nao eram tao perto
bjo

Junior disse...

mais que propaganda de coca-cola ou da quilmes, o cartazinho que tem em todo lugar é o de "no hay monedas"

Colégio Presbiteriano disse...

Filho volta pra o Brasil, aqui vc n�o ter� este problema!!!
Claro ter� outros!!!!srrsrs
Mas vc faz muito falta neste pa�s.
M�e.

lielson disse...

cara, achei mó lenda essa máquina caça-níquel de ônibus daí.

vocês têm problema por aí com a máfia dos VTs?

Anônimo disse...

Dae velhão! Tranquilo?
Se você quiser, tenho em casa algunas moneditas que sobraram da trip pra BsAs... Te mando por correio! jajajajaja!
Abraço!

Juliano

Anônimo disse...

Hahaha os comerciantes nao estao nem aí se vc nao tem "monedas", se caso nao tem, é até melhor vc nao comprar!! aí eles nao serao "obrigados" a dar as "monedinhas" que eles tem de troco p vc!!! ficam ate feliz qdo vc, sem o seu produto, sai da loja meio chateado! urg...
Abracos!
Familia Logan

Blog Widget by LinkWithin