segunda-feira, janeiro 21, 2008

Hércules 56.

Hércules é o nome do meu tio que também é meu padrinho. Mas isso não tem nada a ver com o que quero dizer. Acabei de ver "Hércules 56", o documentário brasileiro que reúne os idealizadores e aqueles que foram liberados pelo sequestro do embaixador americano em 1969.

Vendo esse filme me dei conta o tamanho imbecil sobre a história brasileira que sou. É uma verdadeira vergonha. Não sabia nem de metade de tudo que envolveu esse sequestro, desde suas origens até o que ele acarretou.

Interessantíssimo e na medida, o documentário conta o lado daqueles que sequestraram e daqueles que foram levados ao México em troca da vida do embaixador. Os 90 minutos de duração passam voando com as histórias de um ato que marcou história no Brasil.

Engraçado ver, o hoje comentarista político, Franklin Martins como um dos orquestradores do sequestro, assim como o José Dirceu, um dos presos que foram soltos pelo avião Hércule 56, fazendo uma autocrítica da luta armada e tudo que ela realmente conseguiu vencer na ditadura.

Uma verdadeira aula de história, daquelas nada chatas e que te fisgam para saber ainda mais sobre o assunto.

6 comments:

Ximena disse...

Adorei seu blog. Sou argentina, mas moro em Sao Paulo desde os 2 anos de idade. Volto pra Buenos Aires pelo menos vezes por ano pra visitar a minha família.. Mas não é por isso que eu adorei o seu blog. Vou colocar nos meus favoritos!

Túlio disse...

Obrigado, Ximena! Estando por aqui dê um toque! Abs.

Lielson disse...

opa!
vou ver!

Leo Vinhas disse...

Paulo de Tarso Venceslau, um dos sequestradores, ex-líder (e hoje violento crítico contra) do PT, é conterrâneo meu (Taubaté-SP) e assinava uma coluna impactante num tablóide local, hoje extinta. Quase o entrevistei uma vez. Mas demorei e não rolou. Merda.

Camila disse...

Túlio, te achei no google e adorei as dicas de Buenos Aires. Meus pais viajam nesta sexta, chegam de manha e ficam só até 12h de sábado, num hotel na rua San Martin. Meu pai me pediu pra catar algumas coisas pra eles fazerem nessas horas, e a graça é que eu nunca fui pra Buenos Aires! Não achei seu e-mail aqui, mas se você puder me dar alguma sugestão, fora o que já tem nos seus guias, para um período tão curto?
Desde já te agradeço!
Abraços,
Camila Bartz
bartz.camila@gmail.com

cido disse...

só atualizando, o Franklin Martins passou pro outro lado do balcão: atualmente é ministro da Comunicação Social.

Blog Widget by LinkWithin