sexta-feira, março 30, 2007

Momentos de reflexão

Há alguns momentos no dia-a-dia que realmente me fazem questionar muito a minha permanência nessa cidade e o país.

Por que estou aqui e não na afável Curitiba?

Esses momentos, quase sempre, são devidos à péssima prestação de serviços na Argentina. Na maioria das vezes, se escrevo alguma coisa aqui, tento ser politicamente correto para não ofender os nativos, mas agora basta.

É de conhecimento público que o sistema bancário argentino é uma MERDA. Não é a toa que tem gente que não põe dinheiro no banco. Só o fato de eu ser obrigado a pagar meu aluguel direto no escritório que alugou o apartamento para mim e não em um caixa eletrônico mostra bem a precariedade dos serviços.

Hoje precisei sacar dinheiro, me dirigi ao banco mais próximo do meu trabalho para tal. Como já havia passado das 15h, os caixas estavam em manutenção. Todo dia estão em manutenção das 15h as 16h. Bem no meio do dia, fazendo que quem precise sacar nesse horário apenas se foda. Não deve ter passado pela cabeça dos idiotas donos de banco que TALVEZ fazer a manutenção dessa MERDA de madrugada afetaria menos os consumidores. O pior é que hoje dava para ver que um caixa já estava funcionando normalmente, mas era PROIBIDO entrar na MERDA do banco antes das 16h. Perguntar para o funcionário lá é como conversar com um computador 286. Ele só responde a mesma coisa e certamente não tem nada a ver com a sua pergunta.

Ahh... e tem mais, eles não fazem a manutenção no fim de semana. Ou seja, em um fim de semana é muito comum apenas faltar dinheiro nos caixas. Como certa vez que cheguei no aeroporto de EZEIZA no domingo a noite, onde apenas há um caixa da minha bandeira e o maldito estava sem cédulas, trazendo transtornos para uma boa quantidade de turistas. Será que é pedir muito que a gente possa gastar o nosso próprio dinheiro quando quiser? No famigerado aeroporto "mais moderno da América Latina" era impossível sacar pesos do único caixa automático disponível. Grande modernidade, hein Argentina? Se bobear até no OMAR shopping em Curitiba tem mais caixas que nesse aeroporto arrogante e ineficiente.

Deixo para outro momento de raiva para poder xingar esses garçons imbecis e a patética rede de supermercados Coto, onde às vezes você está na fila para pagar e o caixa SIMPLESMENTE começa a fazer um balanço e contabilidade de uns 5 minutos ali na sua frente.

É assim, meus caros. Na Argentina você tem que agradecer para quem te presta um serviço, pois afinal eles estão prestando um FAVOR para você.

Ainda bem que existem outros momentos de reflexão, você vive momentos, visita lugares e vê coisas como essa que acabam dando a resposta mais correta para a pergunta "O que é que estou fazendo aqui?".


* Foto por Belën Funes

6 comments:

Yasmin disse...

Não tive a "sorte" de precisar usar caixa eletrônico em Buenos Aires, mas fiquei sabendo da fama.

Sobre o post anterior. Vi essa matéria e ri TANTO! Saquei o erro na hora. Pensei que tinha sido a única que tinha visto.

Túlio disse...

PS: comentários de anônimos serão sempre excluídos.

mariana disse...

espero nao ter te ofendido. só deixei como anonimo por nao conhecê-lo.

Túlio disse...

não me ofendeu não. só tenho a política de apagar os comments anonimos. opiniões, mesmo que contrárias, são sempre bem-vindas.

cido disse...

e eu que só queria ter o meu maldito DNI...mierda

patrícia. disse...

Você lembra do post em que dizia que todos aí estão à beira de um ataque de nervos?
Tá aí um motivo que justificaria esse comportamento... :p

Blog Widget by LinkWithin