segunda-feira, novembro 20, 2006

multitud

Acho que, ontem foi a primeira vez que fiquei meia hora na fila para entrar num evento que era gratuito. Lá no BAFIM, Feira Internacional de Música de Buenos Aires.

Simplesmente odeio argentinos em multidões e filas.

Eles são viciados em filas e burocratas por natureza, em multidões se tornam animais insanos. O início dos shows são sempre um caos e 100% stress. As pessoas não tem noção de espaço e física, parece que não aprenderam que dois corpos não ocupam o mesmo espaço.

Sinceramente falta um pouco de carnaval nessa terra pra eles poderem extravazar todas suas emoções e angústias. Falta um momento do ano que seja oficial para o descarrego da porraloquice, porque nos shows de rock é uma coisa extremamente forçada, desagradável e idiota.

5 comments:

Amanda disse...

Oi Túlio...
Concordo com vc, realmente falta um pouco de carnaval nesse lugar, um dia p/as pessoas estravazarem...esse ano conheci o carnavel de Bs As e não tem comparação com nosso carnaval...
Um abraço...

ramiro disse...

São todos fãs de hardcore? Passa uma glacial pra eles...hehe

...patrícia... disse...

Sua parte vc já faz né, ensinando funk pra eles!!! hehehe! Beijos!

Leonardo Fleck disse...

Simples, fica em casa vovô.

Dri disse...

Acho que o problema não é o carnaval pq no Rio tem e nem por isso as pessoas deixam de ser folgadas e passam a ter noção de espaço. :P

Blog Widget by LinkWithin