domingo, outubro 29, 2006

Festas Argentinas

Como representante da juventude extrangeira nessa capital argentina, já estive presente em algumas festas e certas coisas sempre se repetem:

1. Muitas bebida, poucos bêbados

Você vê quilos de bebidas, trocentas garrafas dos mais variados tipos, mas gente caindo e bêbado você não vê. É estranho, você NUNCA vai ver alguém caindo de bêbado. A pose das pessoas é tão grande e elas se preocupam tanto com o que os outros pensam que sempre estão controladas. O mistério gira em torno da bebida, pra onde ela vai?

2. Sem pegação

Apenas não tem pegação. Sabe casaizinhos que se formam e se atracam em algum canto escuro da casa? Isso não existe aqui. Talvez pelo fato de não beberem tanto assim. O fato é que a pegação em festinhas é ZERO. O máximo que você vai conseguir é um MSN e fique contente por isso.

3. O discurso

Ser brasileiro na argentina vai gerar sempre os mesmos papos: de que cidade você é, o que você faz aqui, até quando pretende ficar, você gosta daqui, o que te fez vir pra cá. Futebol não é tanto assim citado, mas vez ou outra comentam o fiasco da copa do mundo e a destruição da estátua do Ronaldinho.

4. As praias

Sim, as praias de Santa Catarina são lindas né? Prepare-se pois elas certamente serão citadas num papo casual com um argentino/a.

5. A cultura

Felizmente ainda não descobriram a moda funk, mas o axé é sempre citado. Você condenará isso veementemente. Paralamas é sinônimo de rock aqui, não adianta citar Los Hermanos. Felizmente os mais citados ainda são Chico Buarque e João Gilberto. Cinema depende muito, mas certamente "Ciudad de Diós" entrará na roda.

6. O povo

Desista de explicar que em Curitiba as pessoas não sambam nas ruas. Desista, é inútil. É a sua palavra contra anos de propaganda bundística brasileira.

7. Horário

Uma boa festa em Buenos Aires vai começar só depois das 2h da manhã. Você pode ser convidado as 4h da manhã inclusive. Chegar antes da 1h é perigoso. Digo por experiência própria. O grande mistério é o que fazer enquanto não chega a hora. Se você tem dinheiro de sobra pode rolar uma maratona de barzinhos e restaurantes, mas e se não?

15 comments:

Anônimo disse...

eu simplesmente A.D.O.R.O as suas observações e comentários sobre a noite portenha! ótimo senso de humor...

Túlio disse...

gracias anonimo

Manoel Magalhães disse...

sempre que você diz, acho a argentina um doce de tão chata. e pode acreditar, isso é ótimo!

Anônimo disse...

O seu blog é um manual de sobrevivência para brasileiros em Buanos Aires! Sensacional!

Leonardo Fleck disse...

Túlio, tu tá muito amargo. Toma um fernet, vai.

Não lute, adapte-se. Ou tu prefere voltar pro país dos que votam em Lula?

anna v. disse...

Meio desanimador, hein? Dá pra fazer um tango com essas suas observações...

Juliano disse...

Hahahaha! Observações neo modernas, visto que quando eu era jovem, se não rolava amasso no canto escuro, um telefone a gente sempre conseguia... Mas hoje em dia se dar por satisfeito com um MSN.... hahaha, muito bom esta tua observação!

Juliano

Anônimo disse...

Leonardo,
tu tá muito conformado. Ou votar no Kirchner ano que vem te parece muito diferente de votar no Lula? a mim parece samo...

Anônimo disse...

JAJAJAJAJAJAAJAJAAJAAAAJAJAJJA
POR FAVOR ESTO ES EXCELENTEEEEE!!!!

ES LA MÁXIMA PARA SOBREVIVIR COMO EXTRANJERO EN BS AS!!

NO ME PUDE REIR TANTO!
(POR ESO LO PONGO TODO CON CAPS)

regresé de mini viaje a misiones, volví y no soy sillones.
ni millones.
cuac!
ehh.. bueno.
te veo a la noche supongo, o tomorrow.
un beso.

mariana disse...

resposta mistério 1.
Pra onde vao as bebidas?
Os estrangeiros tomam.
Me incluo.

Leonardo Fleck disse...

Eu não tou conformado, eu mudei do Brasil.

Fabiano Goldoni disse...

Pior que tentar explicar Curitiba é ter que aguentar eles se espantando com os gaúchos que tomam chimarrão "Mirá, un brasileño tomando mate!". E a casa cai de vez quando eu mostro o que significa "chimarrão", "churrasco" e "CTG" no Google.

cakecosas disse...

Lo de la hora de las fiestas... también fue un shock para mi cuando fui en Agosto!

aires buenos, =

Túlio disse...

desculpas recorrentes: o brasileiro deturpa o churrasco, o brasileiro deturpa a pizza, o brasileiro acha que é o "mais grande" em tudo.

Robertinha disse...

Ei Túlio! Já que estás por aí, não sei a qto tempo é certo, mas vc conhece alguma baladinha legal que não seja mto pop em Buenos Aires? Estou planejando ir pr'aí em janeiro e tudo que consigo encontrar sobre a noite são informações pra lá de turísticas...Estou em busca de algo mais underground...Se vc conhecer algum lugar ou algum site onde possa me informar ficarei bem feliz. Valeu... Roberta (roberta_a_santana@yahoo.com.br)

Blog Widget by LinkWithin