segunda-feira, julho 31, 2006

I'm so sorry for everything

Despertou numa casa estranha, numa cama desconhecida, longe de onde vive e muito longe de tudo que um dia ele pensou ser. Um gosto amargo na boca, a cabeça pesada. Não sabia se era da bebedeira da noite anterior ou da própria consciência. Talvez um misto das duas coisas, o que deixa tudo ainda mais putrefato.
Tudo é tão podre e por mais que tentasse, era difícil se orgulhar de tudo isso. Tentou se lembrar de onde ele estava no mesmo dia há um ano. Melhor ou pior? Apenas diferente. Já dizia a velha propaganda de cigarro. E há 5 anos atrás? Preferiu nem tentar lembrar.

Seco, tudo era tão seco como aquelas músicas daquela banda:
"Karen, put me in a chair, fuck me and make me a drink
I've lost direction, and I'm past my peak"

"Abel, come on, give me a reason
I am not as bright as I could be
Abel, come on, take me with you
Everything has all gone down wrong"

Volta, volta. Tá na hora de voltar.
Believe me, this isn´t me.

1 comments:

leticia. disse...

o que você anda fazendo? hoho.

Blog Widget by LinkWithin